Besouro com sensor infravermelho.

Esse besouro (Melanophila acuminata) é atraído pelos incêndios florais, porque é na árvore recém-queimada que  é o local ideal para esse ele depositar seus ovos.Perto de suas pernas, o besouro possui sensores chamados fossetas loreais, que detectam radiação infravermelha vindo de um incêndio florestal.

escarabajo

De acordo com os pesquisadores, as antenas conseguem encontrar uma única árvore fumegando a quase um quilômetro de distância.

Esse besouro pode ajudar desenvolver  sensores melhores que  funcionam em temperatura ambiente, e a projetar sistemas de detecção de incêndio mais sensíveis  que conseguem distinguir subprodutos de incêndios florestais de outras substâncias químicas.

Fonte: Despertai 2012

Abraço e até mais! 🙂

Mulateiro-da-várzea: árvore da juventude.

Essa é a Calycophyllum spruceanum, árvore nativa da região Amazônica em matas periodicamente inundadas às margens dos rios. Conhecida  pela população local como Mulateiro–da-Várzea, Pau-Marfim ou simplesmente Árvore da Juventude. Pode atinge 30 a 40 metros de altura com caule extremamente decorativo.

A árvore está sendo usada na recuperação de áreas degradadas e são aproveitadas nos projetos paisagísticos. Da sua casca é feito o chá usado no combate a manchas, rugas e envelhecimento da pele (o que não é necessário derrubar a árvore, pois a casca do mulateiro se renova anualmente).

De acordo com o estudo cientifico da Universidade Estadual Paulista(Unesp), o mulateiro-da-várzea contém fenóis, com alta capacidade antioxidante que detecta a ação dos radicais livres e impede o envelhecimento das células. Além disso, o chá da planta favorece o vigor físico, renova a circulação sanguínea, é cicatrizante e antibacteriana.

Conheço pessoas que com mais de 50 anos de idade que tomam banho com o chá da casca desse produto para ajudar no rejuvenescimento, e estão muito bem tanto na aparência quanto o bem-estar.

Tudo na natureza tem sua importância. Desejo o melhor a você!

Abraço e até mais. 😉

Borboleta

Imagino que você já admirou a beleza e as cores das borboletas. No mundo, existem milhares de espécies de borboletas. Além de belas, são muito importantes para a manutenção da saúde do meio ambiente, ajudando a manter o equilíbrio da cadeia alimentar.

Para se manter aquecidas no frio, as borboletas abrem suas asas sob o sol. As asas  de algumas espécies de borboletas são eficientes em captar e absorver luz solar. O segredo dessa espécie está também, na estrutura de cada escama que cobre as asas. Isto é, fazem o controle da temperatura corporal.

11891171_10203540895243500_7030423911626511236_n

O site de notícias Science Daily disse:”…as asas das borboletas têm inspirado pesquisadores a desenvolver novas tecnologias que duplicariam a quantidade de gás hidrogênio produzido com água e luz solar. Um gás que será um dos combustíveis verdes do futuro.”

Até mais e abraço 🙂