14 atitudes que podem destruir o seu relacionamento.

A infidelidade é sempre um motivo para acabar um relacionamento. Porém, nem sempre ela é a principal razão. Há vários motivos que são poucos discutidos e que são destrutivos além de uma traição.

relacionamento

Confira 14 atitudes que podem destruir  relacionamentos.

1. Falta de atenção no relacionamento

Mesmo com outras ocupações como o trabalho é importante dar atenção no relacionamento, planejando atividades a dois, como passeio, jantar, viagens, enfim, ter momentos lado a lado.

2. Esforço mútuo

Manter um relacionamento nem sempre é tão fácil. Por isso é importante que ambos se esforcem para dar certo, para que permaneçam juntos. Quando esse aspecto não está equilibrado, uma pessoa acaba oferecendo-se mais que à outra e dedicando-se mais. Com o tempo pode gerar desânimo da parte de quem esteve se esforçando para manter a relação intacta.

3. Celular

Os aparelhos celulares assim como podem favorecer, também podem destruir um relacionamento. Desentendimento entre casais podem acontecer quando alguma atitude ou comportamento de uma das partes acontece de forma completamente diferente do que o outro esperava. Por exemplo, quando o parceiro fica mexendo no celular enquanto o outro tenta conversar, isso demonstra falta de interesse pela pessoa que fala.

4. Má influência de amigos ou familiares

Apesar de ser muito bom ter amigos e parentes próximos, é preciso tomar cuidado. Certas ações podem influenciar negativamente no seu relacionamento. Você precisa analisar as relações no seu círculo de amizade e familiar e ser criterioso no que diz respeito a influência dessas pessoas na sua vida. Excesso de intromissão não faz bem à saúde do relacionamento.

5. Tarefas domésticas

De acordo com a pesquisa da Universidade de Alberta, casais que não dividem as tarefas domésticas tendem a estarem mais insatisfeitas com o relacionamento. Para ninguém sentir-se sobrecarregado e nem acender faísca entre o casal, combinem o que cada um pode fazer para equilibrar a divisão de tarefas domésticas.

6. Falta de diálogo

Conversar, discutir relação é um aspecto essencial para uma vida a dois. Muitos relacionamentos terminam por causa da falta de diálogo, fazendo com que estes não possam compartilhar experiências, conquistas, objetivos, além de resolver problemas que podem ocorrer no dia a dia.

7. Ficar lembrando o parceiro de erros do passado

Se seu parceiro errou no passado e você continuou a relação é sinal que você perdoou o erro. Ficar lembrando do erro sempre que acontece algo é uma atitude perigosa, e sempre será um incômodo entre vocês, não é sadio para a relação.  Se escolher ficar na relação esqueça o que aconteceu.

8. Ciúme

O excesso de ciúme causa muito sofrimento. Nunca provoque ciúme um do outro e se isso acontecer mesmo sem razão, tenha uma conversa calma para tranquilizar o parceiro(a).

9. Sem objetivos comuns

Os objetivos comuns do casal podem determinar se o relacionamento permanecerá ou não. Sendo que tais objetivos podem estar relacionados a construção familiar, a vida pessoal e também profissional. Quando esses objetivos e ambições não ficam claramente ditos um para outro, em determinado momento, pode diferenciar-se, causando a desunião.

10. Dinheiro

A falta de dinheiro costuma ser um dos motivos mais frequentes de desentendimentos entre casais. Cuidar das finanças e planejar juntos as despesas é melhor forma de evitar brigas por causa do dinheiro.

11. Intimidade

Muitos casais perdem o interesse um pelo outro com o passar do tempo, vários aspectos mudam, fazendo com que alguns momentos fiquem somente para certas ocasiões especiais.  A intimidade precisa permanecer, pois cada um tem suas necessidades relacionado ao casal como a si mesmo. Você não precisa ter relações sexuais todos os dias, mas algum tipo de carinho, quase que diariamente entre o casal, é importante.

12. Falta de apoio

O casal deve apoiar-se para que ambos consigam atingir seus objetivos, referente ao próprio relacionamento assim como à vida profissional.  Amparando-se um ao outro, encontram a força necessária para prosseguir, sendo que, a falta de apoio pode causar a separação.

13. Atitude crítica

A crítica constante, mesmo sendo construtiva, pode transformar o relacionamento em um ambiente de desentendimentos e a deterioração da relação, especialmente quando o parceiro não aceita ser corrigido.

14. Falta de sinceridade

Muitas pessoas têm receio de conversar com o parceiro sobre o que as incomoda. Se você não falar para ele o que não te agrada, ele não terá como adivinhar. Além disso, se você não ser sincera e tentar mudar a situação, possivelmente o seu sentimento, com o tempo, terá desgaste.

Espero que essas informações sejam úteis.

Com carinho. ❤

Tenha uma ótima senama e forte abraço! 😉

Anúncios

Como seria se eu tivesse coragem de falar o que sinto?

Quando é jovem parece que tudo flui, tudo se ajeita da forma que queremos. Quando chegamos na fase adulta, passamos a pensar de forma diferente e dar prioridade aos sentimentos.

familia

Como é bom falar o que senti para aquelas pessoas em especiais, falar o quanto são importantes, transmitir afeto, carinho. Então pensei sobre as pessoas do meu convívio e me perguntei: Como seria se eu tivesse coragem de falar o que sinto?

Poderia não fazer diferença, mas teria esclarecido o que realmente sinto. Eu poderia, além dos meus cuidados e ações, falar de coração e alma o quanto eles significam e o quanto eu valorizo a presença deles ao meu lado. Eu poderia dizer as frases mais lindas, mas minha timidez não permite.

Hoje, entendo que me amam do jeito de vocês, que lutaram para me dar o melhor. Foi através de vocês que aprendi a superar os obstáculos. É; pai, mãe, meus verdadeiros vencedores, e eu tão jovem não via o esforço de vocês.

Eu não quero somente cuidar ou estar presente quando precisarem; eu desejo muito mais. Quero poder dar uma vida plena e eterna, fazê-los sempre sorrir, dar felicidade, dizer o quanto eu amo vocês. Como seria se eu tivesse coragem de falar o que sinto?

Poderia ser um momento emocionante para nós, um momento de transbordar nossos corações, enaltecer o nosso relacionamento  familiar, mas minha timidez não permite, porque sou uma pessoa de esconder sentimentos. No entanto, demonstro o meu amor através de ações.

Com amor! ❤

Abraço e até mais! 😉

Qual amor você merece? O amor que você merece depende de você.

Eu sei que nem sempre a vida é justa e que nem sempre as coisas são fáceis de ser conquistadas. Sei que muitos de nós desejamos voltar ao tempo e reconquistar o amor que perdemos ou desejamos melhorar o atual relacionamento ou simplesmente ter alguém que vale a pena manter ao seu lado.

qual amor voce merece

Há pessoas que tentam diminuir as expectativas ou reprimir suas próprias vontades pela simples razão de que acreditam que não podem ser verdadeiramente amadas, que não se sentem capazes de retribuir ou simplesmente se acham autossuficientes. Mesmo assim, muitos sempre desejam ter alguém ao seu lado. Então, qual amor você merece?

Será que você merece alguém que seja bom para você?

Alguém que o considere importante, que ama sua companhia, tenta ser compreensivo e paciente mesmo naquele momento que você está sensível ou estressado? Alguém que que nos momentos difíceis está contigo, apoiando e o ajudando pelo simples prazer de querer o seu bem e o melhor para você?

O amor que você merece depende de você, depende do que você quer e também do que pode dar. Porque toda relação é a base de trocas.

Qual amor você merece?

Será que você merece o amor verdadeiro?

Aquele amor de alma, sublime, que transborda, mas sem amargura ou sentimento de posse. Aquele amor de verdade que permite compartilhar momentos únicos com alegria, compreensão, respeito e harmonia. Sem falsas ilusões, falsas expectativas, ressentimentos e culpa?

O amor que você merece depende de você. Porque sempre esperamos o melhor, coisas boas, porém também precisamos dar o melhor, não somente em palavras, mas também em atitudes.

Qual amor você merece?

Será que você merece o ‘amor temporário’?

Aquele amor que hoje o deixa feliz com boas expectativas e amanhã vai embora deixando-o triste? Será que você merece uma pessoa que não cumpre com sua palavra, que fere teu coração e não tem o mínimo de consideração e respeito por você? Aquele que não o valoriza como deve ser valorizado?

O amor que você  merece depende de você.

Se uma pessoa dar a você o suficiente por alguns momentos, e mesmo assim você aceita, talvez por necessidade ou porque quer, então é esse amor que você merece. Porém, se você oferece muito e recebe pouco, certamente você merece ser mais valorizado.

Jamais implore o amor de alguém.

O amor que você merece depende de você, do que realmente quer para a sua vida.

Com carinho! ❤

Até mais, abraço! 😀

Por que as pessoas são infiéis?

O post de hoje foi solicitado por uma das leitoras que me enviou a sugestão: Por que as pessoas são infiéis? A infidelidade normalmente é vista como uma atitude de pessoas insensíveis, imorais que erram de forma consciente.  Para quem já passou por isso, essa é uma situação que causa muita dor. Muitas das vezes, ela se torna traumática porque ameaça a autoestima, produz conflitos morais e psicológico e viola a confiança do casal.

Woman Annoyed with Couple

Quando decidimos por um relacionamento, queremos alguém que não seja somente companheiro, mas também amigo, amante. Alguém que ajude a preencher algumas necessidades emocionais em nossa vida.

Por que as pessoas são infiéis? Estudos apontam que a verdade por trás da infidelidade é mais complexa do que pode parecer. As motivações que conduzem homens e mulheres à infidelidade são bem distintas. Eles buscam mais sexo, atenção, gostam de se sentir poderosos, e não buscam um relacionamento afetivo. Elas querem algo que preencha o espaço vazio, e criam laços afetivos com mais facilidade.

A maioria dos relacionamentos têm problemas, geralmente a traição acontece quando as coisas não estão bem. O parceiro pode se envolver com outra pessoa como uma forma inadequada de tentar satisfazer suas necessidades, seja por intimidade, por se sentir valorizado, por mais sexo e assim por diante.

Além disso, traição não envolve apenas sexo. Entregar-se emocionalmente a outra pessoa, trocar mensagens íntima via celular, beijar um colega ou não, dependendo do ponto de vista de cada um, também pode ser considerado uma traição.  Sendo que na maioria das vezes, a proximidade física e emocional possa levar ao sexo.

Tiago 1: 14 Mas cada um é provado ao ser atraído e seduzido pelo seu próprio desejo. 15 Então o desejo, quando se torna fértil, dá à luz o pecado, e o pecado, quando consumado, produz a morte.

Muitas vezes a pessoa não tem a intenção de ser infiel, porém, algumas situações podem ser de fato tentadoras e de risco, por exemplo, amizades e o tipo do ambiente de trabalho.

Passar muito tempo com alguém ou, ainda que incluam a necessidade de conversas muito pessoais, é uma porta aberta para uma possível traição. Porque com o tempo, você se tornará mais íntimo e mais atraído pela pessoa. Como diz os textos da bíblia; “ cada um é provado pelo seu próprio desejo. O desejo quando se torna fértil, dá a luz o pecado”.

Uma das formas de se proteger do possível erro é investir tempo e energia em seu relacionamento e está comprometido na satisfação e bem-estar do casal. Pois os menos comprometidos são mais propensos a trair.

Embora a traição seja uma escolha, evite situações e pessoas que podem conduzi-lo ao erro. Sempre tenha conversas sinceras com o seu parceiro sobre todas as coisas. Lembre-se: Se queres consertar seu relacionamento, é necessário falar a verdade. A mentira somente perpetua o erro.

Por mais que tente completar a outra pessoa e fazê-la feliz, somos incapazes de controlar os desejos e ações do parceiro. Mesmo que o relacionamento esteja com problema, a infidelidade é uma questão de escolha. E uma boa decisão faz parte das qualidades e dos bons princípios de cada pessoa.

Fonte:Super.abril.com.br

Com carinho! ❤

Abraço e até mais! 😀

O amor está nos pequenos detalhes.

A maioria de nós sempre procuramos o amor nos relacionamentos. Aquele amor explicito, contagiante, com atitudes veementes e muitas vezes, de derreter o coração. Esse sentimento que nos proporciona tanta felicidade e que tanto buscamos, muitas vezes esquecemos da sua singularidade, que o amor está naos pequenos detalhes.

images

O amor é conhecer a si mesmo, é aventurar-se no seu eu. É quando conhecemos alguém que nos espelha, que nos faz flutuar e ao mesmo tempo caminhar com os pés no chão. É a cumplicidade em uma relação baseada em sentimentos. O amor é admirar a beleza da alma e fazer dessa mesma, moradia.

Sim! O amor está nos pequenos gestos do dia a dia, aqueles que nos deixam felizes, amados e completos, pois a verdadeira grandeza está presente nas pequenas coisas, na beleza natural, sem maquiagem, porque o amor está na essência.

O amor nasce e permanece nas pequenas coisas, um beijo carinhoso, um toque, atenção e o esforço para tentar entender o outro. O amor não se compõe somente de felicidade, e sim de estabilidade. O amor está na tranquilidade que o outro nos traz, apenas por se fazer-se presente. O amor está em valorizar as coisas mais simples do seu parceiro, o que ele representa; a simplicidade de um sorriso, elogiar algo que ele fez de bom, enaltecer o olhar, é transformar momentos simples em algo agradáveis.

A felicidade é sim maravilhosa quando apreciamos toda a intimidade em seus pequenos detalhes em um relacionamento verdadeiro como, um abraço apertado, dormir abraçado, preocupar-se um com outro, cozinhar juntos, pensar no outro, ficar juntos, viver a dois e ao mesmo tempo, apenas um… amar, simplesmente amar.

Esses momentos simples reconfortam a rotina, e que de alguma forma, os detalhes podem ser prazerosos, transformando cada momento em grandes objetivos e agradáveis recordações. Pois o amor está nas pequenas atitudes.

Com carinho! ❤

Até mais, abraço! 😀

Amar a si mesmo.

Uma das coisas mais importantes que precisamos aprender na vida é amar a si mesmo. É apropriado, e até necessário, ter certa medida de amor-próprio. Esse tipo de amor inclui apreciar o que é bom e cuidar de você mesmo, se respeitar e reconhecer o seu valor.

love yourself

Amar a si mesmo, não é somente cuidar da aparência, também é necessário cuidar da mente e emoção, isso eleva a energia e contribui para a autoestima, em alguns momentos, colocar suas necessidades como prioridade. Porém, isso não significa que você deve ser egoísta.

Todos nós procuramos uma beleza no seu sentido mais abrangente, é de vital importância que nos sentimos bem, isso faz a diferença. A principal beleza, a interna, é a harmonia, equilíbrio e principalmente o amor que sentimos por nós mesmos. Esse amor é externado quando amamos por inteiro, quando cuidamos e valorizamos cada aspecto do nosso ser, quando somos capazes de perdoar e amar os outros de coração, isso significa, não ser egocêntrico.

Quando não nos sentimos bem é natural procurarmos falhas. Porém, amar a si mesmo é acima de tudo, valorizar-se, é procurar dentro de si o que não vai bem, cuidar de si mesmo, e quando preciso, recomeçar, não ter medo das mudanças, porque uma das coisas mais importantes é encontrar satisfação pessoal.

Amar é aprender e aceita os seus próprios limites, dar um basta naquilo que para você já não é nada além de decepção, tristeza e ingratidão. Desprender- se dos sentimentos e de pessoas que não fazem bem a alma. É perdoar os seus próprios erros e os erros de outros, afinal, todos nós erramos. Os erros não definem uma pessoa, no entanto, eles servem como aprendizado.

Todos nós podemos ser um pouco melhores, mais fortes e mais sábios. Acreditar em você como ser humano, é extrair de você algo de melhor, cuidar, sentir-se belo e não se sentir humilhado por causa de opiniões de pessoas que não o conhece. Lembre-se, as pessoas acreditam que você conhece a si mesmo melhor do que ninguém, e se você se colocar para baixo e duvidar de suas próprias qualidades, assim farão os outros.

Você é a sua própria pessoa e muitas vezes um espelho para as pessoas ao seu redor. Seu amor pelos outros, é o reflexo do seu amor por si mesmo. Para você ser feliz em qualquer relacionamento, antes de tudo, é essencial o avanço da capacidade de ficar bem consigo mesmo, ter a capacidade de corrigir aqueles aspectos que não gosta e de se conciliar com você mesmo. Isso é amar a si mesmo!

Com carinho! ❤

Até mais, abraço! 🙂

Você faz parte da história da minha vida.

Já parou para pensar quantas pessoas entraram na sua vida? Algumas ficaram um período de tempo e depois foram embora, outras vieram para ficar, já algumas simplesmente passaram. No entanto, a maioria delas, em certo momento, proporcionaram alegria, aprendizado e também decepção, deixando-nos algum tipo de experiência e algumas, saudade. escrevendo

Como seria bom se pudéssemos permanecer com aquelas pessoas que nos fizeram bem, e de algumas forma, faz parte da história da minha vida, no entanto, na maioria das vezes, a realidade é diferente. Há pessoas que entram em nossas vidas, mas não permanecem para sempre. Deixam a marca da saudade dos momentos compartilhados e vividos de maneira simples, mas intensa.

Algumas chegaram no momento inesperado, naquele período que você estava precisando de um conselho, um abraço caloroso ou alguém que pudesse compartilhar suas emoções e frustrações. Já outras, surgiram justamente quando você estava bem, momento que você pode se doar, criar expectativa, mas que o resultado foi apenas decepção.

Quem nunca passou por um relacionamento frustrante? Quem nunca se decepcionou com uma amizade ou até mesmo em um relacionamento conjugal? É uma fase que às vezes é difícil compreender, e dependente do tipo do relacionamento, é doloroso.

Tem certas “leis emocionais” que não entendermos porque certas relações são desfeitas sem um motivo real.  Principalmente aquelas que você cria expectativas, criou laços, que você ama, que se esforça para tudo dar certo, relações essas que deixam marcas profundas.

É verdade que é doloroso dizer adeus. Porém, dizer adeus também é libertador, nos proporciona paz emocional. Deixar partir é perceber que algumas pessoas, em algum momento, fizeram parte da trajetória da sua vida e que hoje fazem parte da sua experiência e história de vida.

Por que isso acontece? Eu sempre tenho em mente que o amanhã não é garantia para ninguém. É preciso aprender que tudo tem o seu tempo. Há pessoas que entram e saem da sua vida como as pessoas que passam por você pelas ruas, outras ficam por um longo tempo, às vezes até o fim.

Portanto, é importante aproveitar cada momento com aqueles que ama e valorizar aqueles que o quer bem. Porque hoje pode ser a última vez que você pode estar com aquela pessoa que faz parte da sua vida.

Com carinho ❤

Forte abraço a vocês! 😉