Reciprocidade: Uma das bases para o relacionamento feliz.

Quantas vezes você deu carinho a alguém e não recebeu nada em troca? Quantas vezes você já deu amor a alguém e não foi amado? É verdade que amor é um sentimento altruísta, precisamos amar as pessoas independentes quem sejam, a satisfação de ajudar os outros nos motiva. No entanto, não podemos negar que sempre queremos algo em troca, especialmente quando a  pessoa é do mesmo vínculo social, pois a  reciprocidade é uma das bases para o relacionamento feliz.

Reciprocidade

Nós seres humanos movidos por sentimentos, sabemos o que queremos, sabemos das nossas necessidades, desejos e anseios. Sabemos que mesmo entregando todo o amor, atenção, carinho, sorriso a alguém em especial, fazendo o melhor para manter o vínculo, nem sempre retorna por completo ou quase nada o que doamos então, mesmo tentando nos sentir completos, no fundo, lá no fundo do coração, sabemos que é algo que nos deixa  desconfortáveis, porque não existe reciprocidade.

É justamente esse desconforto que não permite o sentimento se alegrar, sabe por quê? Porque todos nós queremos ser amados, queremos  receber a mesma atenção e carinho que oferecemos a pessoa querida.

Quantos casais, quantas amizades desfeitas, descontinuadas por causa dessa simples e provocante palavra: Reciprocidade! O relacionamento nos conduz a realizar trocas, sem a prática da reciprocidade, acabamos sofrendo, com o coração vazio, frustrado, sem esperança, aprendemos o valor da justiça então, desistimos de lutar.

“Não há nada mais gratificante do que o afeto correspondido, nada mais perfeito do que a reciprocidade de gostos e de trocas de atenções.” (Cícero)

O amor engradece e aquele que ama verdadeiramente é grandioso de coração, o amor é doação! Quando falta a reciprocidade no amor obviamente ficamos tristes, pois queremos ser amados da mesma forma que amamos, queremos que o amor por nós seja espontâneo e verdadeiro. É fundamental que tenhamos clareza quanto tudo aquilo que queremos e merecemos receber, mas se isso não acontece não permita que a tristeza invada seu coração. Por necessidade, temos algo que precisa ser preenchido, é o mundo de cada um, que está no coração, na vida.

Embora a reciprocidade seja uma escolha, relacionamento bilateral é demostrar amor, é um instrumento de troca de satisfação e gratidão espontânea, é a forma de alimentar o prazer no relacionamento. Se não for reciproco, não vale a pena entrar no coração de alguém apenas para satisfazer seu ego ou alimentar suas falsas esperanças. Dessa forma, estará cada vez mais fugindo da possibilidade de sentir bem-estar, realizado e completo.

              Fazer o outro feliz, é ser feliz com a felicidade do outro!

Com carinho ❤

Forte abraço! 🙂

O limite do amor é quando nos deparamos com a dignidade.

Já faz tempo que me sinto assim, coração triste, decepcionada, já não sei se tenho esperança de nosso relacionamento melhorar. Mesmo me esforçando, fazendo de tudo para ser valorizada, amada, nada está funcionando ”. Muitos de nós, em algum momento, já passamos por isso. Todo o relacionamento merece sacrifício e,  por mais singelo que seja, para o amor sempre terá um limite. Limite esse que muitas vezes vai além de nossa vontade, desejo e anseio, mas que se depara com o amor próprio: A dignidade!

Screenshot_2017-02-02-09-24-45-1 

Não se perde a dignidade ao declarar  amor a alguém,  mas vale ressaltar que também não podemos simplesmente exigir ou suplicar amor de  ninguém, isso quer dizer, que não podemos perder a dignidade por amor. Ao reconhecer que não somos amados é doloroso, mas é um ato de coragem, e é nesse momento que reconhecemos que merecemos o melhor.

Quantas vezes  ao longo da vida, comprometemos nossa dignidade por causa de um relacionamento amoroso que  nos trás mais tristeza do que alegria. Levamos ao extremo nosso amor próprio, nossa moral, nos tornando fracos, com baixa autoestima.  Por que não arriscar, ser corajoso, lutar pelo direito de ser feliz? Pois  ter  dignidade é o mesmo que ter respeito de si mesmo.

Amor…”Não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. 1 Coríntios 13:6“. Quem ama de verdade não  subestima, nem obriga, o amor não prejudica, mas enaltece, é digno e saudável. Um bom relacionamento fortalece nossa autoestima e jamais a destrói.

“Como você pode chamar isso de amor, quando você mais chora do que sorri!?”

Tenha certeza, você merece ser amado, mas antes, comece a amar  si mesmo, nenhum de nós temos a obrigação de permanecer ao lado de alguém que não nos ama, não valoriza e muito menos respeita. Quem ama tem atitudes nobres;  se preocupa com o bem-estar do próximo.

Salmo 71: 21 Aumenta a minha dignidade, cerca-me com a tua proteção e consola-meDignidade não se compra e nem pede emprestado, portanto, mesmo que você se decepcione ou esteja em um relacionamento sem esperança de melhora, não perca sua dignidade por ninguém. É melhor uma derrota digna com as esperanças renovadas do que um parceiro incompleto. Você é livre para estar sozinho ou procurar alguém com quem se sinta bem.

Toda relação deve ser sustentado a  base trocas; é como se regasse uma planta todos os dias, onde devemos valorizar o próximo e nossa dignidade, porque o amor e a dignidade nos confere a felicidade.

 Um forte abraço e até mais… ❤

Seja amigo e valorize a verdadeira amizade.

Hoje vivemos em um mundo “instável” onde a maioria das pessoas não se importam em demostrar e compartilhar  o amor pelo próximo. Todos nós por algum momento necessitamos de atenção, de carinho, alguém que converse conosco, mesmo que seja por alguns minutos, e são justamente nos momentos felizes e principalmente  tristes, que percebemos se temos ou não verdadeiros amigos.

Sabemos que a amizade é muito importante na vida de uma pessoa. É na verdadeira amizade onde muitas vezes encontramos um ombro amigo, alguém disponível para nos ajudar, aquela pessoa que demostra e transmite o amor altruísta,  faz esforço sem pedir nada em troca, zela pela outra pessoa independente do momento e situação, pensa em primeiro lugar no bem-estar do amigo.

51afa7a9126755-07698678

É verdade que para ter amizade verdadeira não precisa acontecer com pessoas exatamente iguais, a mesma personalidade, gostos e interesses.  A  verdadeira amizade é construída sobre uma base comum de VALORES.

Você tem um  verdadeiro amigo ou têm vários contatos? As duas opções têm suas vantagens, mas o verdadeiro amigo pode ajudá-lo  a ser uma pessoa melhor ou até mesmo  a vencer desafios, compartilha  com você momentos e sentimentos, é confiável e faz sacrifício por você.

Se  ao analisar o parágrafo anterior e notar que não tem amigos de verdade, talvez você esteja se preocupando em ter amigos e não ser amigo, isso quer dizer, que para ter amigo de verdade, primeiro você precisa ser amigo. Então, qual é a base para ser  um verdadeiro amigo?

  • Nem sempre quantidade é qualidade
  • Valorize a amizade de alguém, mostre gratidão
  • Se queres lealdade e confiança, então seja um verdadeiro amigo.

O verdadeiro amigo se preocupa com você, tem senso de responsabilidade para com você. A amizade envolve sacrifícios e esforço, amor altruísta e comprometimento mútuo.

Abraço! 🙂

8 Dicas para você ter o seu casamento feliz.

Antes de você casar talvez tenha imaginado que o casamento seria um mar de rosas, uma eterna lua de mel. Quem é casado  sabe das dificuldades enfrentadas para manter o casamento. Construir um casamento  sólido e  feliz não é fácil, mesmo para aqueles que já estão casados  há mais de 30 anos.  Se o  casamento não estiver dando certo, será que existe o empenho para que  o relacionamento melhore? Lembre-se: o amor é como uma flor, se não cultivar, obviamente  a flor murchará ou pior, morrerá.

Ninguém é perfeito, por isso, não espere perfeição do seu marido ou esposa. São duas pessoas com qualidades, defeitos, personalidades, gostos diferentes uma da outra.  Por isso, tal a importância do esforço, cumplicidade, compreensão, o amor altruísta compartilhado  entre o casal.

imsis008-030

Conquistar a pessoa a cada dia, mesmo já casados, requer empenho, determinação e paciência, e muitas  das vezes, é necessário deixar seus próprios desejos e vontades de lado, apenas para satisfazer ou evitar contrito com a pessoa  amada.

Além disso, os desafios do dia a dia podem afetar o casamento, portanto, você pode transformar o seu casamento no mais feliz possível. Faça uma autoanálise; mude onde tem que mudar, tenha sabedoria e saiba contornar as dificuldades. Mas para tudo isso requer determinação  e algumas  dicas a  ser seguidas.

COMUNICAÇÃO:  O diálogo  é imprescindível em um relacionando. Mesmo se você tiver chateado por algum motivo, não deixe de conversar calmamente com a pessoa querida.

PERDOE: Ninguém é perfeito, e não bom acumular sentimento negativo. Portanto, o marido e a esposa precisam aprender a perdoar, mesmo se você for o ofendido, o perdão nos faz bem.

FELICIDADE: Não seja egoísta, a tua felicidade, é a felicidade da sua esposa ou marido. Tenha amor altruísta, busque  a felicidade nos pequenos detalhes, externe a gratidão pela pessoa amada; agradeça, sorria, dê um  abraço caloroso. Dê valor às mínimas coisas. Faça seu conjugue saber o quanto você o ama e admira.

TEMPO: O trabalho e os amigos são importantes. Mas a família é ainda mais importante. Portanto, tire tempo para ficar com sua esposa ou esposo. Que tal um jantar romântico, um passeio ou até mesmo uma viagem?

DISCUSSÃO: Por causa disso, pode-se fazer ou falar algo que magoe o  cônjuge. Se acontecer, ou antes, de acontecer  não permita que  continue, retire-se, deem um tempo para os ânimos acalmares. Depois conversem, exponha seus sentimentos e pensamentos de maneira sincera e  civilizada.

BOAS ATITUDES: Mantenha viva a chama do amor: Beijar, abraçar, acariciar, andar de mãos dadas, fazer elogios sinceros ao cônjuge ou envie  mensagem de amor pelo celular faz muito bem ao casal. Resumindo: sejam eternos namorados.

APOIO: Os valores e interesses semelhantes são fundamentais na felicidade do casal. Hoje vocês não são apenas marido  e esposa, mas também amigos, companheiros. Ajude-o(a) a superar as dificuldades, enfrentar os desafios. Apoie no projeto pessoal ou profissional, mesmo não sendo do seu interesse.

FIDELIDADE: Seja fiel em pensamentos, palavras e ações. Não dê chance para outra pessoa entrar na vida de vocês. A confiança uma vez perdida, dificilmente é resgatada.

Eu aprendi sobre sobre a regra de outro. Quer saber também?

Certamente você gosta de ser tratado com respeito, também gosta quando a outra pessoa te escuta, se preocupa com você e seus sentimentos. Da mesma forma você deve fazer com o seu marido ou esposa. Pois quando o casal se importam com os sentimentos um do outro, o casamento fica mais forte e feliz.

Espero que tenham gostado, ah! uma música para você! Abraço 🙂

Fim do relacionamento: O que fazer para superar ?

Você é uma das pessoas que já sentiu muita dor por causa do fim do relacionamento? Eu costumo dizer que a dor emocional, às vezes, é mais intensa que a dor física.  A dor física, na maioria das vezes, você toma um remédio e logo passa. Já a dor emocional, aquela do coração quebrantado que dói a alma, infelizmente,  somente o tempo .

O fim de um relacionamento pode ser muito dolorido, mesmo para a pessoa que terminou o namoro. É “comum” que a pessoa sinta dor além do emocional, como: dores no peito,  alterações no apetite, no sono etc.

abreinterna_16

Você pensou que tinha encontrado o homem da tua vida. Se existia tanta afinidade entre vocês, por que o fim do relacionamento? Pois bem, por um motivo ou outro, muitas vezes o  sentimento vai acabando, nem sempre a pessoa consegue demostrar a insatisfação ou demostra poucas coisas através do comportamento. E se for uma traição? Tem um versículo da Bíblia que diz: “nossos corações são traiçoeiros…” Hoje eu sei que  isso é uma grande verdade! Quer um exemplo?

Imagina a situação: você e teu namorado vivem  em um mundo somente de vocês,  ambos são completamente apaixonados um pelo outro, seu sorriso vai de orelha a orelha quando a pessoa liga para você . Amor para cá, amor para lá, enfim, as almas gêmeas estão desfrutando o amor.  Mas de repente, ele fala para você: Estou apaixonado por outra pessoa!

Vocês compartilharam emoções,  experiências,… várias vezes falou a você: Eu te amo! Quem já passou por isso sabe o quanto dói! Ainda surge a sensação de não compreensão, o sentimento de humilhação, decepção,  mistura de sentimentos.

Você não esperava o fim do relacionamento  ou não queria.  De qualquer forma, o que você pode fazer para superar?

–  Chore! Não ignore a sua dor. (Mas isso não quer dizer que você tem que chorar dia e noite sem cessar),

– Valorize-se! E não se sinta uma fracassada, inútil, culpada. Mesmo nos esforçando para o relacionamento dar  certo, nem sempre conseguimos ser tão “suficiente” ou “importante” para outra pessoa.

– Excluía fotos, vídeos, objetos, tudo o que você tiver relacionado a ele.

– Evite falar com a pessoa, até mesmo pelas mídias sociais. Manter-se afastada dele, ajuda no seu processo de reconstrução emocional.

– Aprenda com que aconteceu, analise-se! Pode ser que você tenha que fazer mudanças  em si mesma.

6 – Converse com pessoas de sua confiança, isso ajudará a aliviar o peso da dor.

7 – Ocupe sua mente com hábitos saudáveis como: exercícios, cursos, uma boa leitura, quem sabe novos amigos.

8 – Se você achar melhor, procura ajuda profissional, como um psicólogo.

Depois de algum  tempo a tristeza, sofrimento e dor será apenas lembrança. Apesar de nós seres humanos nascermos com necessidades de ser amado, de transmitir e receber carinho, atenção, amor, seja mais razão que emoção. A razão nos faz ver o óbvio, já a emoção, apenas o que o coração nos permite ver, e nem sempre é a realidade. Além disso,  lembra  do “coração traiçoeiro”?

Abraço 🙂

Amor fraternal

Felicidade tem nome: Jeová Deus, família e amigos.

A amizade é como  uma árvore, nós plantamos e cuidamos dela, com o tempo ela vai crescendo e ficando raízes. Às vezes, alguns galhos são cortados, as marcas ficam, mas com o tempo essa árvore volta a crescer . Porém, do contrário também é verdadeiro: Se não regar, não cresce, …morre . Assim são as plantas e assim são as pessoas.

Amizade não se explica. Amigos sempre sabem quando serão amigos, pois compartilham momentos juntos, dão forças; estão sempre lado a lado, nas conquistas e nas derrotas, nas horas boas e nas difíceis. O verdadeiro amigo surge quando mais precisamos dele.

Quando olhamos para o nosso lado e vemos alguém que está sempre presente, uma pessoa que nunca nos deixa desanimar, só podemos estar gratos. Amigos que nos dão palavras de coragem e que lutam para nos ver felizes, são raros hoje em dia.

Hoje somos gratos a Deus por termos amigos, que muitas vezes se comportam como verdadeiros irmãos. Isso é o amor fraternal.