O amor está nos pequenos detalhes.

A maioria de nós sempre procuramos o amor nos relacionamentos. Aquele amor explicito, contagiante, com atitudes veementes e muitas vezes, de derreter o coração. Esse sentimento que nos proporciona tanta felicidade e que tanto buscamos, muitas vezes esquecemos da sua singularidade, que o amor está naos pequenos detalhes.

images

O amor é conhecer a si mesmo, é aventurar-se no seu eu. É quando conhecemos alguém que nos espelha, que nos faz flutuar e ao mesmo tempo caminhar com os pés no chão. É a cumplicidade em uma relação baseada em sentimentos. O amor é admirar a beleza da alma e fazer dessa mesma, moradia.

Sim! O amor está nos pequenos gestos do dia a dia, aqueles que nos deixam felizes, amados e completos, pois a verdadeira grandeza está presente nas pequenas coisas, na beleza natural, sem maquiagem, porque o amor está na essência.

O amor nasce e permanece nas pequenas coisas, um beijo carinhoso, um toque, atenção e o esforço para tentar entender o outro. O amor não se compõe somente de felicidade, e sim de estabilidade. O amor está na tranquilidade que o outro nos traz, apenas por se fazer-se presente. O amor está em valorizar as coisas mais simples do seu parceiro, o que ele representa; a simplicidade de um sorriso, elogiar algo que ele fez de bom, enaltecer o olhar, é transformar momentos simples em algo agradáveis.

A felicidade é sim maravilhosa quando apreciamos toda a intimidade em seus pequenos detalhes em um relacionamento verdadeiro como, um abraço apertado, dormir abraçado, preocupar-se um com outro, cozinhar juntos, pensar no outro, ficar juntos, viver a dois e ao mesmo tempo, apenas um… amar, simplesmente amar.

Esses momentos simples reconfortam a rotina, e que de alguma forma, os detalhes podem ser prazerosos, transformando cada momento em grandes objetivos e agradáveis recordações. Pois o amor está nas pequenas atitudes.

Com carinho! ❤

Até mais, abraço! 😀

Anúncios

Você faz parte da história da minha vida.

Já parou para pensar quantas pessoas entraram na sua vida? Algumas ficaram um período de tempo e depois foram embora, outras vieram para ficar, já algumas simplesmente passaram. No entanto, a maioria delas, em certo momento, proporcionaram alegria, aprendizado e também decepção, deixando-nos algum tipo de experiência e algumas, saudade. escrevendo

Como seria bom se pudéssemos permanecer com aquelas pessoas que nos fizeram bem, e de algumas forma, faz parte da história da minha vida, no entanto, na maioria das vezes, a realidade é diferente. Há pessoas que entram em nossas vidas, mas não permanecem para sempre. Deixam a marca da saudade dos momentos compartilhados e vividos de maneira simples, mas intensa.

Algumas chegaram no momento inesperado, naquele período que você estava precisando de um conselho, um abraço caloroso ou alguém que pudesse compartilhar suas emoções e frustrações. Já outras, surgiram justamente quando você estava bem, momento que você pode se doar, criar expectativa, mas que o resultado foi apenas decepção.

Quem nunca passou por um relacionamento frustrante? Quem nunca se decepcionou com uma amizade ou até mesmo em um relacionamento conjugal? É uma fase que às vezes é difícil compreender, e dependente do tipo do relacionamento, é doloroso.

Tem certas “leis emocionais” que não entendermos porque certas relações são desfeitas sem um motivo real.  Principalmente aquelas que você cria expectativas, criou laços, que você ama, que se esforça para tudo dar certo, relações essas que deixam marcas profundas.

É verdade que é doloroso dizer adeus. Porém, dizer adeus também é libertador, nos proporciona paz emocional. Deixar partir é perceber que algumas pessoas, em algum momento, fizeram parte da trajetória da sua vida e que hoje fazem parte da sua experiência e história de vida.

Por que isso acontece? Eu sempre tenho em mente que o amanhã não é garantia para ninguém. É preciso aprender que tudo tem o seu tempo. Há pessoas que entram e saem da sua vida como as pessoas que passam por você pelas ruas, outras ficam por um longo tempo, às vezes até o fim.

Portanto, é importante aproveitar cada momento com aqueles que ama e valorizar aqueles que o quer bem. Porque hoje pode ser a última vez que você pode estar com aquela pessoa que faz parte da sua vida.

Com carinho ❤

Forte abraço a vocês! 😉

O que é realmente ser amigo?

Dizem que, quem tem um amigo, tem um tesouro. A amizade talvez seja uma das formas mais bonita do amor. Entretanto, nem todas as pessoas com as quais convivemos são nossos amigos e nem todos os que se dizem amigos o são de verdade.

Friendship Best Friends

No início dessa semana fiquei pensando sobre as minhas amizades. Apenas confirmei que tenho vários colegas e conhecidos, porém não tenho muitos amigos que posso considerar amigos de verdade; aqueles que estão comigo em vários momentos da vida. Infelizmente, as amizades profundas e sinceras são difíceis de encontrar, e quando a encontramos, devemos aprender a valorizá-las.

O que é realmente ser amigo? A amizade verdadeira nasce do coração, a essência da verdadeira amizade é querer o bem da outra pessoa, ser honesto e leal. Quando você cai, o amigo o ajuda a levantar, sempre estar presente, ajudando-o a ser uma pessoa melhor. Amizade não é apenas compartilhar bons momentos, mas é também compartilhar os momentos difíceis  de forma espontânea, de coração.

Manter uma amizade é como cultivar um lindo jardim; exige tempo e cuidado. O que isso quer dizer? Uma amizade verdadeira não se desenvolve sem uma comunicação regular.

Verdadeira amizade envolve comprometimento. Em outras palavras, um amigo de verdade tem um senso de responsabilidade para com você. São pessoas especiais.

O amigo se preocupa sinceramente com você, com os seus problemas e o apoia sem pedir nada em troca. É claro que esse comprometimento deve ser mútuo. Afinal, para ter um amigo, primeiro você precisa ser um bom amigo.

O amigo sabe escutar sem julgar, compartilha seus sentimentos e opiniões. Às vezes, quando necessário, o amigo precisa dar conselho ou até mesmo correção, pois é leal e tem coragem de trazer atenção a uma falha grave e, com tato, dar a orientação necessária, ou seja, o verdadeiro amigo fala a verdade, mesmo sabendo que isso pode magoar, porque quer o melhor a você.

Quanto mais você conhece seu amigo, maior a probabilidade de ver os defeitos dele. Não somos perfeitos, por isso, não devemos esperar nem exigir do amigo, perfeição. Ao invés disso, é bom valorizar as boas qualidades e não levar em conta seus erros e defeitos.

É verdade que precisamos escolher bem nossos amigos. Mas isso não significa que vamos limitar nossas escolhas a pessoas de certa idade, cultura ou formação. O encanto da amizade está na confiança plena um no outro, independente de classe social, cor e idade, e isso, enriquece a vida.

Você considera suas amizades como amigos de verdade? Gostaria de ler sua resposta. 😀

Com carinho! ❤

Até mais, abraço! 🙂

Como ser carinhoso.

Mesmo as pessoas sendo tão diferentes entre si, o contato humano é essencial em quase todos os momentos da vida. Ter alguém que se importa conosco, faz a diferença em nossa vida. Mas há quem nasça com o dom de dar carinho, enquanto outras pessoas precisam de incentivo para expressar e demonstrar carinho a alguém. Se o seu cônjuge não demonstra carinho por você, isso não quer dizer que você não é amada.  Os homens por exemplo, tem mais dificuldade de falar de sentimentos.

beijo carinhoso

Existem diferentes ideias do que o carinho significa e de como ele pode ser demonstrado. O mais importante, isso tem que vir de dentro, do coração, e ser o mais sincero possível. Se você tem dificuldades de ser carinhoso, aqui tem algumas dicas.

Seja gentil. Se seu cônjuge, amigo ou algum familiar estiver passando por problemas, suas palavras de carinho e incentivo fará a diferença. Quando seu amigo ou cônjuge faz um bom trabalho você costuma elogiá-lo? Faça elogios nas coisas específicas, e também nas mais simples, o que faz dela uma pessoa singular. Algo que admira e que gosta, como sorriso, o jeito de ser.

Comunicação. A comunicação é essencial em um relacionamento. Qualquer pessoa gosta de ouvir que é amada e o quanto é importante, isso transmite alegria e segurança. Não tenha vergonha, expresse seus sentimentos, mesmo que seja algo simples como: “Senti sua falta”, “Mal posso esperar para estar com você”. Aproveite a tecnologia para promover mensagens instantâneas com intuito de ajudar a fortalecer e edificar a relação. No entanto, nada melhor que falar palavras carinhosas pessoalmente.

Afeto. Quando você chegar a sua casa, pergunte como seu cônjuge ou filho está, e demonstre afeto com beijo e abraço. Quando algum familiar ou amigo está triste, nem sempre sabemos o que dizer, correto? Nesse momento um caloroso abraço, demonstração de apoio e disponibilidade ao ouvir, faz a diferença. O afeto também pode ser transmitido através de carícias, mesmo sendo discretas, ou algo mais relaxante depois de um dia estressante, como uma massagem.

Atitude. Gestos diários e simples na maioria das vezes tem mais significado do que algo grande que é feito somente uma vez. Elimine distrações quando estiver com o seu cônjuge. Ande de mãos dadas sempre que a ocasião permitir, isso demonstra que você o valoriza e sente orgulho de estarem juntos e se puder, ajude sua esposa nas tarefas de casa.

Em um relacionamento e preciso que ambos façam demonstração de carinho um para o outro. Claro que quando transmitimos carinho, também queremos receber, mas não dê carinho esperando algo em troca, e se alguém não se sente à vontade com demonstração de afeto, é bom não insistir.

O que você achou sobre o assunto?

Até a próxima e tenham uma ótima semana! ❤

 

Você está preparado para casar?

A maioria das pessoas sonha com o casamento perfeito. Acordar e dormir juntos, andar de mãos dadas, compartilhar momentos em todas as situações possíveis. Mas administrar o matrimônio não é tão fácil, por isso, o insucesso no casamento está relacionado a diversos fatores; isolados ou associados. Se você deseja se casar, precisar-se levar em consideração algumas informações.

pronto para casar
Você está preparado para casar? Antes de responder a essa pergunta, você precisa se conhecer bem. Por exemplo, as qualidades que você busca no outro também se aplicam a si mesmo, analise os fatores abaixo:

Relacionamentos
A forma como você trata sua família possivelmente tratará seu esposo ou sua esposa. Por exemplo: Você é rude ou sarcástico, ou geralmente perde a paciência com eles? Há certos problemas conjugais começam basicamente da tentativa de um querer que o outro mude. É verdade que as pessoas mudam, mas a mudança torna-se difícil depois de casados e ninguém muda ninguém, porém cada um é responsável apenas pelas mudanças que pode fazer em si mesmo. Há certos sacrifícios que precisam ser feitos em prol da harmonia entre o casal, pois o relacionamento requer manutenção diária.

Atitudes
Você é pessimista ou otimista? É flexível ou sempre insiste em que as coisas sejam feitas de determinado jeito, ou melhor, do seu jeito? Consegue manter a calma quando está sob pressão? Você é paciente? No casamento você fará parte na mesma proporção, isso quer dizer que seus desejos e vontades nem sempre terá prioridade. Em um relacionamento implica gerenciar o “ EU” para criar um outro espaço, que se chama “NÓS”.

Finanças
Como você cuida do seu dinheiro? Está sempre com dívidas? Você precisa mudar algum hábito ou característica relacionado a financia? Se não consegue administrar seu dinheiro, como conseguirá cuidar do dinheiro de sua família?

Ser feliz sozinha
Você se sentir feliz sozinha ou a vida não tem sentindo quando a pessoa não está com você? A felicidade individual depende de cada um. Uma coisa é desfrutar tudo o que o casamento poderá trazer para sua vida outra, é achar que a sua felicidade depende do seu cônjuge.

Espiritualidade
Quais são suas qualidades espirituais? Uma pessoa humilde, que cultiva a fé e a esperança, a cada dia é uma companhia melhor do que alguém que julga o arrependimento e o perdão. Pensa, será que a pessoa com quem você deseja se casar  não merece alguém que cultive a mesma fé ou ideologia?

Você tem realmente dimensão do que significa o casamento? Será que você está preparada. Preparada para fazer sacrifícios com intuito de fazer com que o seu relacionamento seja prazeroso? Conheça-se e analise cada tópico.

O que você achou? 😀

Forte abraço e até a próxima! ❤

Como curar um coração partido?

Lidar com o fim do relacionamento é uma das coisas mais difíceis que enfrentamos. Normalmente as pessoas descrevem o sentimento cheio de tristeza, amargura e dor como; coração partido. Essa ferida emocional  torna-se tão físico que é sentida não somente nos términos dos relacionamentos amorosos, mas em diversas situações.

coracao-partido

Como curar um coração partido? Por mais que passamos por situações tristes, sempre é possível recomeçar. Para isso acontecer é preciso estar disposto a fazê-lo e tomar as medidas necessárias.

Nós somos responsáveis pelas nossas próprias decisões. Mudar a realidade depende exclusivamente de cada um.  E uma das formas de curar o coração partido é fortalecendo-o; cuidado de si mesmo.

Lembro-me de uma situação que aconteceu há algum tempo. Namorei uma pessoa por quase  cinco anos, com o tempo, meu coração foi destroçado, minha autoestima quase destruída, decepcionada, humilhada, perdi peso o suficiente para me olhar no espelho e pensar: Essa realmente sou eu? O que eu fiz comigo mesma?

“O aprendizado contribui para o desenvolvimento pessoal e o estímulo emocional.”

Será que eu precisava de um novo amor para curar a ferida inflamada no meu coração? Será que esqueci a minha essência e entreguei a minha felicidade nas mãos de outra pessoa? Engana-se quem pensa quem cura uma ferida no coração é, um novo amor. O meu coração foi ferido gravemente porque eu simplesmente deixei de cuidar e dar valor a mim mesma.  É claro que vamos sentir quando alguém nos deixa, mas o problema é; até  que ponto eu vou deixar a tristeza dominar a minha mente e coração?

Você deixa seus sonhos, seus objetivos na vida,  deixa de alimentar a sua espiritualidade, a sua pessoa.  Coloca toda sua expectativa e responsabilidade nas mãos  de outra pessoa, e quando o relacionamento termina, você senti o peso da dor emocional e ficar mais decepcionado quando suas expectativas e entendimento que tinha em relação ao relacionamento foi uma mera ilusão.

É preciso entender também  que a verdadeira felicidade não está na outra pessoa, mas em você mesmo; valorizando sua essência, cuidado de si, amando-se! E um das formas mais inteligente de sair de uma dor emocional é enfrentando-a. Para ilustrar: Quando você se corta, na hora dói, mas com o tempo sara. Antes, você precisa estancar o sangramento e aliviar a dor. Também tem que cuidar para que o corte não infeccione. O mesmo se aplica a uma ferida emocional. O tempo fará a parte dele, e você fará a sua?

Cuide da sua saúde: Exercícios físicos e boa alimentação  ajudarão você a repor a energia gasta com o sofrimento emocional causado pelo fim do relacionamento.

Não reprima da dor: Não há nada de errado chorar. Chorar não é um sinal de fraqueza.

Mantenha-se ocupado: Não pare de fazer coisas que gosta. E agora, mais do que nunca, não se isole.

Ore a Deus: Para muitos isso é um desafio, expresse seus sentimentos em oração. Em 1 Pedro 5:7 diz: “…ele cuida de vocês.”

Evite as lembranças: Evite olhar fotos, evite contato com  pessoa, pelo menos por um tempo, assim como,  não deixe objetos a mostra que lembram a outra pessoa.

O tempo permitirá que você veja as coisas de modo mais claro. Suas emoções não estarão mais agitadas, por isso você poderá encarar a situação de modo realista e sentir que conseguiu superá-la. Além disso, poderá entender quem é você e como vai fazer para evitar passar por isso novamente.

Espero que tenham gostado! 🙂

Abraço e até mais! ❤

 

Amar também significa estar preparado para deixar ir.

Já teve momentos que você sentiu medo de perder alguém? Não refiro-me a qualquer pessoa, mas aquela pessoa em especial com quem você dedicou seu tempo, sua atenção, seu amor. Aquela pessoa que compartilhou com você momentos bons e agradáveis. Quando amamos queremos sempre estar perto da pessoa querida, e quando há mudanças, nem sempre é fácil aceitar tal situação. O amor não é uma prisão, amar também significa estar preparado para deixar ir.

deixa ir

Não estamos preparados e não queremos passar por experiências dolorosas, por exemplo: Abrir mão de um relacionamento onde foi criado expectativas, acreditando que tudo seria perfeito e eterno, situação como essa gera muito sofrimento, angústia e decepção. E o que dizer sobre a pessoa amada que perdeu drasticamente na morte?

A vida está em constante mudanças, nem sempre é como realmente queremos,  às vezes nem sempre as coisas continuam conforme a vontade do nosso coração, tudo pode ser transformado e finalizado.

Quando amamos nem sempre é fácil nos libertar daquilo que achamos que nos “pertence”. Mas tentar segurar a pessoa ao seu lado ou viver simplesmente de lembranças é uma situação que o faz sofrer, escraviza a alma e pode levar a autodestruição.

Ao longo da vida deixamos para trás muitas coisas, inclusive pessoas. Por mais que seja difícil, deixar alguém ir, não é um ato de fraqueza, mas sim de força e crescimento. Deixar alguém sair da sua vida, por mais doloroso que seja, é uma grande prova de amor. Isso porque você mostra que não quer apenas a sua felicidade, mas dá oportunidade para outra pessoa seguir o próprio caminho e ser feliz.

despedida

Ainda que exista o amor, amar também significa estar preparado para deixar ir, é saber o que realmente quer para si mesmo, é um ato de coragem e autoconhecimento, é preservar a autoestima e a dignidade. Deixar alguém ir, é se libertar das incertezas e sofrimentos. Além disso, o liberta para encontrar novas alegrias na vida, dando-lhe oportunidade de buscar um novo caminho, perspectivas; recomeçar.

AMAR, também significa deixar partir,

Deixar partir talvez seja a coisa mais difícil que façamos na vida
Ao longo da nossa vida precisamos aprender como deixar quem amamos partir,
Um pouquinho a cada dia, até que um dia, ela se foi por completo e restou a lembrança, daquilo que vivemos juntos e que foi bom.
Deixar partir …
Isso é difícil, principalmente quando ainda gostamos desta pessoa,
Quando desejamos do fundo do coração que os caminhos, as decisões e as palavras tivessem sido outras.
Mas, deixar partir é necessário e diria que é um dos últimos grandes passos do amor.
Quando deixamos o outro partir, permitimos que ele seja feliz novamente, e nos permitirmos ser felizes também..
Aprendemos a não ser âncora que aprisiona e sim estrada que conduz, vento que impulsiona as asas em voos mais alto.

Ana Leandro

O que você achou?

Com carinho! ❤

Forte abraço, até mais! 😉